UMA REFLEXÃO SOBRE OS BAJULADORES QUE NÃO DIZEM QUE O REI ESTÁ NU


O risco de transformar um conto de Hans Christian Andersen  numa realidade cruel, deve-se ao fato de muitos governantes estarem cercados de aproveitadores e usurpadores do poder. Aqueles que fazem uma blindagem ao gestor, impedindo que ele enxergue a realidade ao seu redor e ouça o seu povo. Sendo bombardeado por argumentos fantasiosos com o objetivo de lhe massagear o ego. A história do rei nu é a seguinte:

“Um bandido, se fazendo passar por um alfaiate de terras distantes, diz a um determinado rei que poderia fazer uma roupa muito bonita e cara, mas que apenas as pessoas mais inteligentes e astutas poderiam vê-la. O rei, muito vaidoso, gostou da proposta e pediu ao bandido que fizesse uma roupa dessas para ele. Quando o falso tecelão mostrou a mesa de trabalho vazia, o rei exclamou: “Que lindas vestes! Fizeste um trabalho magnífico!”, embora não visse nada além de uma simples mesa, pois dizer que nada via seria admitir na frente de seus súditos que não tinha a capacidade necessária para ser rei.”

Aqueles que criticam os erros existentes e as falhas cometidas são logo classificados como inimigos e mal intencionados, a voz do povo que clama por ajuda é tida como choro de perdedores inconformados com as urnas. Quando não se tem respostas para as falhas atuais, justificam com os erros cometidos por antigas gestões.  A constante pratica de vitimização  é o principal instrumento das raposas, para acobertar a realidade para um gestor que acredita cegamente no que ouve pelos  que o cerca.

Sim, ninguém é capaz de informar que o rei está nu, massageiam o seu ego,  se alimentam do sistema impedindo que ele veja a realidade dos fatos.

Não se pode deixar que aquele que é responsável pelo futuro de uma cidade e o bem estar de sua gente, esteja cercado por pessoas que alimentam inverdades, enganam e tentam ludibriar um governante. O povo deve se fazer ouvir, não pode se calar enquanto poucos fazem barulho impedindo que suas necessidades sejam atendidas. O rei pode está nu e até cego, mais jamais estará surdo.  Avisem que o seu rei está nu.

E não confie nas palavras bonitas que lhe dizem apenas para lhe agradar.